Presidente da República congratula-se com distinções conferidas pela UNESCO

A inscrição do Palácio Nacional de Mafra e do Santuário do Bom Jesus em Braga na Lista do Património Mundial elaborada pela UNESCO é um motivo de grande regozijo para o Presidente da Republica e para todos os portugueses.

Com esta decisão, o Comité do Património Mundial acrescentou dois bens culturais portugueses a uma lista de dezena e meia de paisagens e monumentos nacionais, do Mosteiro dos Jerónimos do Convento de Cristo ao Alto Douro Vinhateiro e à Floresta ou Laurissilva, reconhecendo, em cada caso, o valor excepcional, a integridade, a autenticidade e a capacidade de preservação de um património que não é apenas local mas pertence à Humanidade.

Além das duas distinções esta manhã anunciadas, o Comité aprovou ainda o alargamento da zona central da Universidade de Coimbra - Alta e Sofia, inscrita na Lista desde 2013, de modo a incluir o Museu Nacional Machado de Castro.

Saúdo vivamente os promotores destas candidaturas, os autarcas, os diplomatas, as autoridades civis e eclesiásticas, e todos aqueles que, também na sociedade civil, ajudam a levar mais longe o património português físico, histórico, artístico, religioso ou intelectual.

07.07.2019