Bem-vindo à página oficial da Presidência da República Portuguesa

Nota à navegação com tecnologias de apoio

Nesta página encontra 2 elementos auxiliares de navegação: motor de busca (tecla de atalho 1) | Saltar para o conteúdo (tecla de atalho 2)
Marcelo Rebelo de Sousa

MENSAGENS

Presidente da República lamenta a morte de Manuel Resende

Apresento as condolências à família de Manuel Resende. Nascido no Porto, em 1948, poeta e tradutor, tinha da poesia uma noção exigente e estava bem consciente da precariedade da literatura: “a poesia não é uma coisa garantida”, disse numa entrevista.

Foi jornalista e tradutor profissional, deixando, no campo da tradução literária, versões de Brecht, de Kafka, e a muito elogiada poesia completa de Kaváfis, entre outros autores.

Poeta de cunho surrealista, atento às vicissitudes políticas da História, lírico, sarcástico, empenhado, Manuel Resende publicou apenas três livros de poemas entre 1983 e 2004, que muitos descobriram, na sua força e singularidade, com a edição, em 2018, de “Poesia Reunida”.

29.01.2020
partilhar | imprimir | enviar | voltar

© 2016-2020 Presidência da República Portuguesa