Exercício Lusitano 17 na Base Aérea N.º 4 (Base das Lajes) na Ilha Terceira

{DX02_LEGENDA}

Presidente da República no Exercício Lusitano

O Presidente da República e Comandante Supremo das Forças Armadas assistiu, na Base Aérea N.º 4 (BA4) - Base das Lajes, na Ilha Terceira, Açores, ao exercício conjunto das Forças Armadas Lusitano 17.

Recebido com Honras Militares na Porta de Armas da BA4, e pelo Ministro da Defesa Nacional (MDN), José Azeredo Lopes, e pelo Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas (CEMGFA), General Artur Pina Monteiro, o Presidente da República seguiu para o edifício do destacamento da Esquadra 502, onde na sala de briefing lhe foi apresentado o Exercício Lusitano 17. Após as palavras de boas-vindas do CEMGFA, usaram da palavra o Comandante Operacional dos Açores, Tenente-General Amândio Miranda, sobre o Exercício AÇOR 17, o Chefe do Estado-Maior do Comando Conjunto para as Operações Militares, Tenente-General Joaquim Almeida, sobre o Exercício Lusitano 17 e o Comandante da Força de Reação Imediata (FRI), Capitão de Mar-e-Guerra Valente Tinoco, sobre a situação tática da FRI no cenário do Exercício.

Já no Hangar Sul o Comandante Supremo visitou as áreas que compõem o cenário do Exercício Lusitano 17 (XLages), nomeadamente a Área Militar Restrita, o Centro de Controlo de Evacuados (CCE) e o Destacamento Conjunto da Companhia Geral CIMIC, tendo depois observado o exercício “Ação tática de controlo de tumultos”.

O Presidente Marcelo Rebelo de Sousa deslocou-se depois até ao Miradouro da Serra do Facho na Praia da Vitória, de onde assistiu a outras demonstrações “Ação tática para neutralização de um grupo insurgente”, “Ação tática com vista à libertação de um cidadão português raptado”, “Ação tática com vista à extração e evacuação médica por helicóptero de um cidadão” e “Ação tática com vista ao resgate de um grupo através de botes”.

De regresso à Base, no antigo Hangar dos Bombeiros, o Presidente da República visitou exposição estática ai presente.

O Lusitano é um exercício anual conjunto, dos três Ramos das Forças Armadas (Marinha, Exército e Força Aérea) da responsabilidade do Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas que se enquadra no âmbito da preparação das Forças Armadas para o cumprimento das missões específicas de apoio à política externa, nomeadamente a proteção e evacuação de cidadãos nacionais em áreas de tensão ou crise.

26.10.2017

http://www.presidencia.pt/comandantesupremo/?idc=305&idi=137091