Bem-vindo à Página da Visita Oficial à Jordânia

Nota à navegação com tecnologias de apoio

Nesta página encontra 2 elementos auxiliares de navegação: motor de busca (tecla de atalho 1) | Saltar para o conteúdo (tecla de atalho 2)

 

VÍDEO EM DESTAQUE

Mensagem do Presidente da República no final da visita oficial à Jordânia

Amã, Jordânia
18.02.2008

GALERIA DE IMAGENS

Presidente da República em encontro de empresários (1)
Presidente da República em encontro de empresários (2)
Presidente da República em encontro de empresários (3)
Presidente da República em encontro de empresários (4)
Presidente da República em encontro de empresários (5)
Presidente Cavaco Silva visitou Petra (1)
Presidente Cavaco Silva visitou Petra (2)
Presidente Cavaco Silva visitou Petra (3)
Presidente Cavaco Silva visitou Petra (4)
Presidente Cavaco Silva visitou Petra (5)
Presidente Cavaco Silva visitou Petra (6)
Presidente Cavaco Silva visitou Petra (7)
Presidente Cavaco Silva visitou Petra (8)
Presidente Cavaco Silva visitou Petra (9)
Presidente Cavaco Silva visitou Petra (10)
Presidente Cavaco Silva visitou Petra (11)
Presidente Cavaco Silva visitou Petra (12)
Presidente Cavaco Silva visitou Petra (13)
Presidente Cavaco Silva visitou Petra (14)
Presidente Cavaco Silva visitou Petra (15)

A Jordânia Hoje Clique aqui para ouvir

Situada no Médio Oriente, a Jordânia, com o nome oficial de Reino Hachemita da Jordânia, tem a sua capital em Amã.

País com pouco mais de 6 milhões de habitantes, num território com perto de 90 mil km2, encontra-se dividido em 12 “governorados” e tem como língua oficial o árabe, sendo o inglês o seu segundo idioma.

A Jordânia faz fronteira a norte com a Síria, a este com o Iraque, a este e sul com a Arábia Saudita e a oeste com Israel, com o território palestiniano da Cisjordânia e com o Egipto, através da fronteira marítima do Golfo de Aqaba.

Politicamente assente numa monarquia constitucional, estabelecida a 25 de Maio de 1946, e numa constituição aprovada em 1 de Janeiro de 1952, o seu Chefe de Estado é o Rei Abdullah II, que sucedeu ao Rei Hussein, a 7 de Fevereiro de 1999. O sistema legal é baseado na Lei Islâmica (Shari’a) e nos códigos franceses. A moeda oficial é o dinar jordano.

Com um PIB de 14,3 mil milhões de dólares, em 2006, e uma taxa de crescimento de 6,4%, nesse mesmo ano, a Jordânia tem como principais recursos naturais o fosfato e o potássio. Apenas com 10% do seu solo arável, tem metade desta área cultivada, produzindo essencialmente fruta, vegetais, trigo, azeitonas e azeite. A sua indústria representou 26,5% do PIB, em 2006. O seu mercado de exportação, assente essencialmente nos fosfatos, potássio, roupa, fertilizantes, produtos farmacêuticos e produtos agrícolas, atingiu 5,17 mil milhões de dólares em 2006.

Com uma origem que remonta ao ano de 2000 AC, quando os semitas formaram uma colónia em volta do rio Jordão, a Jordânia é um país com um vasto património cultural, sendo o turismo uma das áreas com maior crescimento. Deste património destaca-se a Antiga Cidade de Petra, que desde 7 de Julho passado é uma das 7 Novas Maravilhas do Mundo.

O Mar Morto, o ponto mais baixo da terra, 402 metros abaixo do nível do mar, o Rio Jordão, local onde foi baptizado Jesus Cristo, Jerash, Madaba, Al Karak, Umm Qais, Ajlun, Wadi Rum, Aqaba e, claro, a sua capital, Amã, fazem parte obrigatória dos roteiros turísticos, onde a religião e a fé estão sempre presentes.

 

Imprimir

© 2008 Presidência da República Portuguesa