Inauguração da instalação “I.mer.são” de David Araújo no Museu de Marinha em Lisboa

Presidente da República inaugurou exposição sobre o resgate de migrantes no Mediterrâneo

O Presidente da República e Comandante Supremo das Forças Armadas inaugurou, no Museu de Marinha em Lisboa, a instalação “I.mer.são” de David Araújo, que retrata o trabalho da Polícia Marítima em Lesbos, integrada na Operação POSEIDON da Agência FRONTEX, na causa dos refugiados/migrantes que chegam diariamente àquela ilha grega.

O Chefe de Estado percorreu o espaço expositivo, num ambiente que procura transmitir ao visitante a experiência vivida pelos agentes da Polícia Marítima em missão na Grécia e a dos refugiados que chegam a Lesbos e vivem no campo de Mória.

Este trabalho, que surgiu após uma reportagem realizada pelos jornalistas David Araújo e Rosário Salgueiro em Lesbos e no campo de refugiados de Mória, pretende conduzir uma reflexão sobre as vidas suspensas destas pessoas que tudo arriscam na esperança de uma vida melhor.

Acompanharam o Presidente Marcelo Rebelo de Sousa o Secretário de Estado Adjunto da Defesa Nacional, Jorge Seguro Sanches, a Secretária de Estado de Recursos Humanos e Antigos Combatentes, Catarina Sarmento Castro, o Almirante António Mendes Calado da Autoridade Marítima Nacional, o Vice-Almirante Luís Sousa Pereira Comandante-geral da Polícia Marítima, o Diretor da Comissão Cultural de Marinha, Contra-Almirante João Valente dos Santos, o Diretor do Museu de Marinha, Capitão-de-mar-e-guerra João Passos Ramos, e agentes da Polícia Marítima e voluntários envolvidos na missão em Lesbos e no campo de refugiados de Mória.

10.01.2020