Bem-vindo à página oficial da Presidência da República Portuguesa

Nota à navegação com tecnologias de apoio

Nesta página encontra 2 elementos auxiliares de navegação: motor de busca (tecla de atalho 1) | Saltar para o conteúdo (tecla de atalho 2)
Feira do Livro

NOTÍCIAS

Nota da Presidência da República sobre a situação na Madeira

1. Desde 31 de março (data em que recebeu cópia da carta de 20/3/2020 do Presidente do Governo Regional da Madeira dirigida ao Primeiro-Ministro), que o Presidente da República tem acompanhado, com todo o empenho, a situação vivida na Região Autónoma da Madeira por causa da pandemia do Covid-19.

O Representante da República tem sido informado destas diligências, quer por correio (o primeiro dos quais de 13 de abril), quer por contactos telefónicos, tal como o Gabinete do Presidente do Governo Regional da Madeira.

2. Aliás, desde o início de março, o Presidente da República acompanhou as várias intervenções e interações do Governo Regional com o Governo da República, tendo mesmo promovido uma reunião com o Primeiro-Ministro e os Representantes da República no dia 20 de março, tendo em vista a aplicação do Estado de Emergência nas Regiões Autónomas, em articulação com os Governos Regionais.

3. Não deixou também de seguir de perto essas matérias nos últimos dois meses e meio, no tocante aos caminhos equacionados em termos de legislação a apreciar pela Assembleia da República.

4. Também falou hoje mesmo com o Líder da Oposição e Presidente do Partido Social Democrata sobre a matéria, a qual tem constituído tema constante de apreciação também com o Primeiro-Ministro, tendo em vista procurar as pistas possíveis de solução.

5. O Presidente da República tomou conhecimento das vias possíveis, por votação parlamentar, para resolver uma questão muito importante para os Madeirenses e, portanto, para todos os Portugueses, através de alterações à Lei das Finanças Regionais e ao Orçamento do Estado.

6. Como sempre tem feito noutras matérias, o Presidente da República não publicita as suas intervenções, não só para não dificultar o seu sucesso, como para não as confundir com outros debates que não se revestem da prioridade e urgência que se deve conferir à solução do problema.

22.05.2020
partilhar | imprimir | enviar | voltar

© 2016-2020 Presidência da República Portuguesa