Sessão de encerramento da Conferência “A Literatura da Guerra Colonial e a Guerra Colonial na Literatura” na sede da ADFA - Associação dos Deficientes das Forças Armadas em Lisboa

{DX02_LEGENDA}

Presidente Marcelo Rebelo de Sousa encerrou Conferência promovida pela ADFA

O Presidente da República e Comandante Supremo das Forças Armadas presidiu, em Lisboa, à Sessão de encerramento da Conferência “A Literatura da Guerra Colonial e a Guerra Colonial na Literatura” promovida pela ADFA - Associação dos Deficientes das Forças Armadas.

A sessão, que decorreu no auditório Jorge Maurício na sede da ADFA e na qual estiveram presentes a Secretária de Estado de Recursos Humanos e Antigos Combatentes, Catarina Castro, o Chefe de Estado-Maior do Exército, General José Nunes da Fonseca, e o Primeiro Secretário da Mesa da Assembleia Geral Nacional da ADFA, Jaime Ferreri de Gusmão Gonçalves, teve início com um resumo da Conferência efetuada pelo associado da ADFA, António Capela Gordo, a que se seguiu a intervenção do Presidente da Direção Nacional da ADFA, Coronel Manuel Lopes Dias. O Chefe de Estado com a sua intervenção encerrou os trabalhos.

No final, o Presidente da República e o Presidente da Direção Nacional da ADFA descerraram um quadro que assinala o 500.º número do Jornal ELO, órgão de informação da ADFA, cujo editorial foi assinado pelo Presidente Marcelo Rebelo de Sousa.

Antes de sair, no átrio de entrada do edifício, o Chefe de Estado efetuou uma visita à exposição de livros alusivos à Conferência e tirou uma fotografia com os associados e fundadores da Associação dos Deficientes das Forças Armadas.

http://www.presidencia.pt/comandantesupremo/?idc=305&idi=171516&idl=2