Saltar para o conteúdo (tecla de atalho c)

Presidência da República Portuguesa

Presidência da República Portuguesa

Presidente da República recorda Amália Rodrigues

Nos vinte anos do desaparecimento físico de Amália Rodrigues, que hoje se assinalam, é manifesto que a sua presença nunca foi tão unânime, enquanto personalidade humana e artística, enquanto intérprete, e mesmo enquanto símbolo nacional que efetivamente foi.

Vinte anos depois, e a caminho da celebração do centenário do seu nascimento em 2020, Amália não pertence apenas a um tempo e a um país situados no tempo, e mais ou menos extintos, mas continua a ser a voz de Portugal, no seu orgulho e brio, na sua mágoa e alegria, voz dos grandes poetas e voz do povo.

Sucessivas gerações de músicos, do fado e fora do fado, continuam a medir-se com Amália e a prestar-lhe tributo. Admiradores nacionais e internacionais continuam fiéis ao discos canónicos e atentos a reedições e gravações inéditas. E gente de todas as idades, condições e convicções reconhece na obra e figura de Amália Rodrigues um dos mais altos momentos da cultura portuguesa e da arte de ser português.

English Version

All the contents of this website can be listen by clicking on this symbol:


This tool also allows you to translate all the contents of this website into English and 17 other languages, including the News area, which is only available in Portuguese.

Translations are provided by Google Translate

Este sítio utiliza cookies apenas para melhorar a funcionalidade e a sua experiência de utilização. Ao navegar neste sítio está a consentir a utilização dos mesmos.
Ocorreu um erro durante o envio da mensagem.
Por favor tente mais tarde.