Saltar para o conteúdo (tecla de atalho c)

Presidência da República Portuguesa

Presidência da República Portuguesa

Presidente da República evoca Isabel da Nóbrega

Cronista e ficcionista, e cronista mesmo quando ficcionista, Isabel da Nóbrega foi, com Maria Judite de Carvalho, Fernanda Botelho, Natália Nunes ou Graça Pina de Morais, uma das escritoras que, na segunda metade do século XX, questionaram de forma inconformada e aguda o quotidiano burguês e o lugar das mulheres.

Fundadora do jornal “A Capital”, escreveu em muitos outros jornais e revistas, e colaborou com a televisão e a rádio, ultimamente na Antena 2. Da sua bibliografia, não muito extensa, mas muito variada (inclui também teatro e literatura infantil), destaca-se o romance “Viver com os Outros”, de 1964, que venceu o Prémio Camilo Castelo Branco, livro em que a «objetividade» das conversas (gravadas) das personagens é, em si mesma, um testemunho.

Associada muitas vezes a escritores com quem partilhou a vida, é de justiça que seja lembrada pelo seu contributo para a descrição de uma época e de uma sociedade, para a experimentação narrativa e, acima de tudo, para a revolução antes da revolução que já constituía a escrita das mulheres em Portugal em meados do século.

À família de Isabel da Nóbrega apresento as minhas sentidas condolências.

English Version

All the contents of this website can be listen by clicking on this symbol:


This tool also allows you to translate all the contents of this website into English and 17 other languages, including the News area, which is only available in Portuguese.

Translations are provided by Google Translate

Este sítio utiliza cookies apenas para melhorar a funcionalidade e a sua experiência de utilização. Ao navegar neste sítio está a consentir a utilização dos mesmos.
Ocorreu um erro durante o envio da mensagem.
Por favor tente mais tarde.