Saltar para o conteúdo (tecla de atalho c)

Sítio Oficial de Informação da Presidência da República Portuguesa

Sítio Oficial de Informação da Presidência da República Portuguesa

Presidente da República evoca a artista plástica madeirense Lourdes Castro

Manifesto o meu pesar pelo falecimento de Lourdes Castro, uma das mais inconfundíveis artistas portuguesas.

Nascida na Madeira, Lourdes Castro estudou Belas-Artes em Lisboa, casou-se com René Bertholo e viveu em Munique, Berlim e Paris. Em 1958, fundou a revista KWY, e essas três letras do alfabeto, pouco habituais em português, anunciavam todo um programa cosmopolita, desalinhado e moderno.

Regressada à Madeira em 1983, com Manuel Zimbro, dedicou-se a livros de artista, álbuns de família, memoriais da história e do quotidiano, coleções de lugares e de plantas, sem abandonar uma das suas marcas autorais: a dialética da luz e das sombras (concretas, sugeridas, projetadas, esfumadas, transfiguradas).

Figura discreta, mas muito admirada, recebeu nas últimas décadas diversos prémios (EDP, Vieira da Silva, AICA), tendo sido condecorada pelo Presidente da República em junho passado como Comendador da Ordem Militar de Sant’Iago da Espada, em reconhecimento de uma vida e uma obra notáveis, com prestígio internacional, que enobrece Portugal.

Foi objeto de importantes retrospetivas (Serralves, Gulbenkian), e manteve uma produção bibliográfico-artística consistente, minuciosa e tocante.

English Version

All the contents of this website can be listen by clicking on this symbol:


This tool also allows you to translate all the contents of this website into English and 17 other languages, including the News area, which is only available in Portuguese.

Translations are provided by Google Translate

Este sítio utiliza cookies apenas para melhorar a funcionalidade e a sua experiência de utilização. Ao navegar neste sítio está a consentir a utilização dos mesmos.
Ocorreu um erro durante o envio da mensagem.
Por favor tente mais tarde.